[RJHR Nº1] [RJHR Nº2] [RJHR Nº3] [RJHR Nº4] [RJHR Nº5] [RJHR Nº6] [RJHR Nº7][RJHR Nº8]
[RJHR Nº9]
[RJHR Nº10][RJHR Nº11][RJHR Nº12][RJHR Nº13][RJHR Nº14][RJHR Nº15][RJHR Nº16]
[RJHR Nº17]
[RJHR Nº18]

Revista Jesus Histórico e sua Recepção - Ano VI [2013] - volume 10
pp.1-120

Editorial [Leia – pp.1-3]

GOODMAN, Felicitas D. Speaking in Tongues: A Cross-cultural Study of Glossolalia. Chicago: University of Chicago Press. 1972. [Leia - pp. 4-11]

Resenhado por Barbara Gomes
Graduanda (IH/UFRJ)
http://lattes.cnpq.br/6520370693196139


Jesus: uma análise do seu processo de divinização pela comunidade joanina no final do século I, dentro do contexto da sociedade imperial romana. [Leia – pp. 12-32]

Daniel Soares Veiga
Doutorando (PPGH/UERJ)
http://lattes.cnpq.br/6808655301090296


Resumo:
O propósito deste artigo é analisar como a comunidade cristã joanina transformou a imagem do messias Jesus num deus. Esta mudança, isto é, a transformação de Jesus – que nos sinópticos é retratado apenas como um agente da salvação – em um deus preexistente, foi uma mudança revolucionária para o movimento cristão.

Palavras-chave: Jesus, Enoque, divinização, mitologia e magia.

Abstract:
The purpose of this article is analyze how johannine christian community turned the image of Jesus into a god. This change, that is, the transformation of Jesus – which in the synoptics is portrayed only like an agent for salvation – into a preexisting god, was a revolutionary change for the christian movement.

Key-words: Jesus, Enoch, divinization, mythology and magic.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dom Helder Câmara e o Marxismo: Um Diálogo Possível [Leia - pp. 33-42]

Renato Torres Anacleto Rosa
Mestrando (PPGHC/UFRJ)
http://lattes.cnpq.br/7714135523361484

Resumo:
O presente artigo discorre sobre o diálogo de Dom Helder Câmara, arcebispo de Olinda e Recife entre 1964 e 1985, com a doutrina marxista durante os anos do regime militar brasileiro. Para atingir esse escopo, utilizamos os discursos do arcebispo frente ao Marxismo, enfatizando a relação profícua entre o mesmo com o dirigente do Comitê Central do Partido Comunista Francês, Roger Garaudy. Por fim, ressaltamos que as práticas discursivas de Dom Helder frente ao Marxismo contemplavam suas concepções da realidade, que veiculavam projetos de justiça social e de desenvolvimento humano.

Palavras-chave: Marxismo- Dom Helder Câmara- Roger Garaudy- Regime militar brasileiro- Concílio Vaticano II.

Abstract:
This article aims to discuss the dialog between Dom Helder Câmara, bishop of Olinda and Recife, with Marxism on the period of the brasilian civil-militar regime. We utilized bishop´s speeches about Marxism and aspects of the relationship between Dom Helder and Roger Garaudy, member of the Central Commite of French Communist Party. At last, it was emphasized the Dom Helder Câmara´s speeches about Marxism douctrine, showing his conceptions of the reality relationed to the social justice and human development.

Key-words: Marxism- Bispo Helder Câmara- Roger Garaudy- Militar Regime- Vatican II Council.


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Protegendo o "corpo" da Igreja: A Representação dos Lapsi e Judaizantes como Enfermos por Cipriano e João Crisóstomo [Leia – pp.43-61]

Gilvan Ventura da Silva (Ufes)
http://lattes.cnpq.br/0104906936908227

Carolline da Silva Soares (Ufes)
http://lattes.cnpq.br/6473613231552671

Resumo:
Neste artigo, nosso propósito é refletir sobre duas situações nas quais as autoridades eclesiásticas, quando confrontadas, buscaram estigmatizar seus adversários mediante uma argumentação eivada de metáforas médicas. Na primeira delas, vemos Cipriano, bispo exilado de Cartago sob o governo de Décio, tratar os lapsi como uma moléstia que colocava em risco a pureza da fé cristã num contexto de perseguição ao cristianismo. Na segunda, lidamos com o caso de João Crisóstomo, que, na condição de presbítero e principal pregador da igreja de Antioquia, se dedicou, em finais da década de 380, a condenar os judaizantes como responsáveis por disseminar o contágio entre os fiéis de sua congregação. Ambos os exemplos nos revelam o quanto a cristianização do Império Romano se fez por intermédio de um confronto discursivo no qual uma das imagens mais poderosas foi a associação entre dissenso religioso e patologia, manejada ad nauseam pelas facções cristãs com o propósito de fortalecerem a sua própria posição.

Palavras-chave: Antiguidade Tardia; Doença; Heresias; Judaizantes; Cristianização

Abstract:
In this article, our main purpose is to discuss two cases in which the ecclesiastical authorities, when defied, sought to label their opponents by means of an argumentation soaked into medical metaphors. In the first case, we try to understand how Cyprian, the exiled bishop of Carthage, represented the lapsi of his congregation as sick people who threatened the purity of the Christian faith in a context of persecution against Christianity under the government of Decius and Valerian. In the second case, we analyze how John Chrysostom, during his career as presbyter at Antioch in the last decades of the fourth century A.D., dealt with the Judaizers, denouncing them as responsible for spreading a contagious disease amidst the laymen of the local church. Both cases provide evidence about the existence of a rhetorical clash among the Christian factiones and their foes during the Christianization of the Roman Empire. In such clash, the factiones often resorted to a powerful literary image, that is to say, the association between religious dissent and pathological behaviour in order to strengthen their own position.

Keywords: Late Roman Empire; Disease; Heresies; Judaizers; Christianization.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

infructuosi (in) negotiis“: Problemas e debates acerca das causas econômicas das perseguições aos cristãos entre II e III d.C. no Apologeticum de Tertuliano. Estudos Preliminares. [Leia – pp.62 -76]

Marcos José de Araújo Caldas
Doutor (UFRRJ)
http://lattes.cnpq.br/0462102982176400


Resumo:
O presente artigo tem por objetivo discutir, a partir da obra Apologeticum de Quinto Septimo Florens Tertuliano (160 – 220 d.C), em que grau o problemas relacionados à Economia do Império Romano no século III d.C. podem nos ajudar a entender as perseguições aos cristãos neste mesmo período.

Palavras-chaves: Perseguições aos Cristãos; Cristianismo Primitivo; Economia do Império Romano.

Abstract:
This article aims to debate, based on the work Apologeticum of Q. S. F. Tertullian (A.D. 160-220), how far or deep the issues concerning to the Economy of Roman Empire in the third century A.D. may help us to understand the persecutions against Christian at this time.

Keywords: Persecutions against the Christians; Early Christianity; Economy of Roman Empire.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Re-lendo a parábola do bom samaritano em pleno século XXI: por uma humanização do humano em nós a partir da espiritualidade laica de Luc Ferry e da dinâmica tríplice da dádiva de Marcel Mauss
[Leia – pp.77-95]

Alessandra Serra Viegas
Doutoranda PUC-Rio
http://lattes.cnpq.br/7074740062362701

Resumo:
A parábola do bom samaritano no evangelho de Lucas (e sua releitura por Rubem Alves) é um bom exemplo para mostrar a aceitação que devemos ter em relação aos outros, através do questionamento de Jesus ao doutor da lei: “qual destes foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos salteadores?” O presente artigo busca apontar algumas vias para uma resposta através do conceito de espiritualidade laica de Luc Ferry, apresentado em seu livro A Revolução do Amor: por uma espiritualidade laica (2012) e do desenvolvimento da tríplice dádiva de Marcel Mauss, em Ensaio sobre a dádiva (2011). A reflexão em torno destes dois conceitos pode nos guiar até o amor (des)interessado de Jesus como modelo para uma boa vida em pleno século XXI.

Palavras-chave: Bom samaritano. Espiritualidade laica. Luc Ferry. Tríplice dádiva. Marcel Mauss.

Abstract:
The Good Samaritan parable in the Gospel of Luke (and its re-reading by Rubem Alves) is a good example to show the acceptance which we must have with other people, by the Jesus’ question to the law’s doctor: “therefore, which of these proved to be a neighbor to the man who fell into the robber’s hands?” This paper points some ways to perform an answer by the laic spirituality’s concept of Luc Ferry, showed in his work La révolution de l'amour, Pour une spiritualité laïque (2010) and the development of triple obligation by Marcel Mauss, in Essai sur le don. Forme et raison de l’échange dans les sociétés archaïques (1923-1924). The thought about these two concepts can guide us toward the (un)interested love of Jesus as a model for a good life in XXI century.

Key-words: Good Samaritan. Laic spirituality. Luc Ferry. Triple obligation. Marcel Mauss.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

“Há, portanto, muitos membros, mas um só corpo”: uma breve análise sobre o programa paulino de Reino de Deus. [Leia – pp.96-109]

Juliana B. Cavalcanti
Mestranda (PPGHC/UFRJ)
http://lattes.cnpq.br/6770181406770057


Resumo:
O presente artigo visa apresentar alguns dados iniciais da pesquisa em curso a respeito da importância do batismo nas comunidades paulinas de Corinto e Éfeso do século I EC. Batismo este que será interpretado de formas distintas em cada uma destas comunidades. A interpretação dada ao rito implicará num maior ou menor diálogo com a proposta de Reino de Deus de Jesus, bem como, com uma maior ou menor aproximação com o modelo imperial. Para esta reflexão é mister o conceito de patronagem (Wallace-Hadrill); conceito este que possibilita pensar as relações de poder traçadas por intermédio do eixo fomentador: o batismo.

Palavras-Chave: Batismo, patronagem, comunidade paulinas, círculos paulinos, Reino de Deus.

Abstract:
This article presents some initial data from ongoing research on the importance of baptism in Pauline communities of Corinth and Ephesus in the first century CE. Baptism that this will be interpreted in different ways in each of these communities. The interpretation of the rite will involve a greater or lesser dialogue with the proposal of the Kingdom of God Jesus as well, with a greater or lesser proximity to the imperial model. For this discussion it is necessary the concept of patronage (Wallace-Hadrill); concept that allows considering the relations of power drawn through the axis developers: baptism.

Key-Words: Baptism, patronage, Pauline community, Pauline circles, the Kingdom of God.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Diálogos do Rabino Joshua ben Hananiah e o Conflito entre Judeus e Cristãos durante o Governo do Imperador Adriano (117-138). [Leia – pp.110-120]

Edgard Leite (UERJ)
http://lattes.cnpq.br/4323981692424724


Resumo:
O Rabino Joshua ben Hananiah é uma personagem importante no Talmude. É conhecido pela posição de preponderância na Academia de Jabneh e pelos diálogos lendários que manteve com o Imperador Adriano (117-138). Neste artigo pretendemos demonstrar que as narrativas envolvendo o Rabino Hananiah, além de expressarem experiências paradigmáticas de cunho moral, traduzem o clima de tensão e confronto entre judeus e cristãos característico dos primeiros anos do governo de Adriano e dominante durante a revolta de Simão Bar-Kokhba (132-135).

Palavras-Chave: Judaísmo rabínico - Talmude - Joshua ben Hananiah - Conflito Judaico-Cirstão - Imperador Adriano.

Abstract:
Rabbi Joshua ben Hananiah is a major character in the Talmud. He is know for his leading position at Jabneh Academy and by the legendary dialogues held with Emperor Hadrian (117-138). This article aims to demonstrate that narratives involving Rabbi Hananiah express paradigmatic experiences of moral nature, but also reflect the tension and confrontation between Jews and Christians characteristic of Hadrian’ first years of rule and dominant during the Simon Bar-Kokhba revolt (132-135).

Key-Words: Rabbinic Judaism - Talmud - Joshua ben Hananiah - Jewish-Christian Conflict - Emperor Hadrian.

 

 

 

UFRJ IH PPGHC ARCHAI Kliné Editora LHER Latindex REDIB