[RJHR Nº1] [RJHR Nº2] [RJHR Nº3] [RJHR Nº4] [RJHR Nº5] [RJHR Nº6] [RJHR Nº7][RJHR Nº8]
[RJHR Nº9]
[RJHR Nº10][RJHR Nº11][RJHR Nº12][RJHR Nº13][RJHR Nº14][RJHR Nº15][RJHR Nº16]
[RJHR Nº17]
[RJHR Nº18]

Revista Jesus Histórico e sua Recepção - Ano VII [2014] - volume 12
pp.1-132

Editorial [Leia – pp.1-3]

STEIGMANN-GALL, Richard. O Santo Reich. Concepções Nazistas do Cristianismo 1919-1945. Rio de Janeiro: Imago Ed., 2004. [Leia - pp.4-9]

Caroline Alves Marques Mendes
 Graduanda IH/UFRJ
http://lattes.cnpq.br/9171655552924146


O Quarto Evangelho e suas Fontes Primárias [Leia pp. 10-23]

Lair Amaro dos Santos Faria
Doutorando PPGHC/IH/UFRJ
http://lattes.cnpq.br/8136626937111109


Resumo:
O evangelho de João apresenta diferenças marcantes em relação aos evangelhos sinóticos. Tais diferenças levam os acadêmicos a investigar que tipo de relação ele teria com os outros evangelhos e quando analisado detidamente surgem indícios de que seu autor utilizou diferentes fontes em sua composição.

Palavras-chaves: Evangelhos, crítica das fontes, dependência literária

Abstract:
The Gospel of John presents striking differences relating to synoptic gospels. Such differences have lead scholars to investigate what kind of relationship he had with the other gospels and when closely examined evidence arise that the author used different fonts in their composition.

Keyworks: Gospels, font criticism, literary dependence

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Samaria, Samaritanos e o Jogo das Memórias [Leia – pp.24-37]

Vítor Luiz Silva de Almeida
Mestrando PPGHC/UFRJ
http://lattes.cnpq.br/3947383552194490

Resumo:
O presente artigo tem por objetivo analisar a relação entre as produções textuais judaico-cristãs, localizadas no período antigo, concernentes a História da Samaria e dos samaritanos, e a atuação da memória enquanto força constitutiva de narrativas históricas. Para isso, é necessário reabrir o debate acerca dos usos da Memória em sua relação com a História, buscando traçar um caminho de compreensão entre este fenômeno e o processo intelectual de produção do conhecimento no campo da História.

Palavras-Chave: Samaria – Samaritanos – Memória

Abstract:
This article aims to analyze the relationship between Judeo-Christian textual productions, located in the ancient period, concerning the history of Samaria and the Samaritans, and the performance of memory while the constitutive power of historical narratives. For this it is necessary to reopen the debate about the uses of memory in its relation to history, seeking to chart a path of understanding between this phenomenon and the intellectual process of knowledge production in the field of History.

Keywords: Samaria – Samaritans - Memory


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Concílio Vaticano II: O Conclave que Mudou os Rumos da Igreja Católica [Leia – pp.38-49]


Renato Torres Anacleto Rosa
                      Mestrando PPGHC/UFRJ
http://lattes.cnpq.br/7714135523361484

Resumo:
O presente artigo tem por objetivo refletir sobre a relevância do Concílio Vaticano II, ocorrido entre 1962 e 1965, tendo como base as novas respostas da Igreja frente ao ideário ecumênico e à relação desta com o mundo contemporâneo. Desta forma, para atingir o escopo proposto, descrevemos os principais fatos das quatro sessões do Concílio, debruçando-nos sobre os documentos produzidos pelo Conclave, como a “Nostra Aetate” e a “Gaudium et Spes”, textos que sintetizam as novas diretrizes adotadas pela Igreja Católica.

Palavras-chave: Concílio Vaticano II; Ecumenismo; “Gaudium et Spes”; “Nostra Aetate”.

Abstract:
This article aims to reflect on the significance of Vatican II, which occurred between 1962 and 1965, based on the new responses of the Church against the ecumenical ideology and the relationship of this with the contemporary world. Thus, to achieve the proposed scope, we describe the main facts of the four sessions of the Council, addressing us on the documents produced by the Conclave, as the "Nostra Aetate" and "Gaudium et Spes," texts that synthesize the new guidelines adopted by Catholic Church.

Keywords: Vatican II, Ecumenism, "Gaudium et Spes", "Nostra Aetate".

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Filosofia do Kosmos – dos Mitos da Criação a Visão Filosófico-Científica Grega do Século VI A.C. [Leia – pp.50-63]


Nicolas Theodoridis
Prof. Mestrando PPGHC/UFRJ
http://lattes.cnpq.br/8329038544535649


Resumo:
O artigo procura elucidar a confluência de fatores que conjugados, propiciaram a mudança do pensamento mítico para a visão de mundo pautada na filosofia e na observação e tentativa de explicação deste mesmo mundo que cerceava o homem da época.

Palavras-chave: Mitologia, Filosofia, Grécia.

Abstract:
The article seeks to elucidate the confluence of factors that conjugates enabled the change of mythic thought to the world vision guided in philosophy and observation and tentative explanation of this same world that undervalues ??the man of the time.

Keywords: Mythology, Philosophy, Greece.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Mas como chegou mesmo a fé em Damasco? – impressões sobre a relação retórica entre Lucas 24 e Atos 1,1-11 e Marcos 5,1-20 [Leia – pp.64-80]


Osvaldo Luiz Ribeiro
Doutor em Teologia FUV
http://lattes.cnpq.br/1596908442976138



Resumo:
Exercício de desdobramento da impressão crítica da relação retórica entre Lucas 24 e Atos 1,1-11 e Marcos 5,1-20. Lucas 24 e Atos 1,1-11 constituiriam programa histórico-social de desempoderamento da condição de testemunhas oculares que a comunidade de Jerusalém detinha: tratar-se-ia da defesa do ministério paulino, autônomo em relação a Jerusalém. Por sua vez, Marcos 5,1-20 constituiria a resposta sarcástica da comunidade jerosolimitana, sugerindo que a cidade onde Paulo teria recebido os rudimentos de sua doutrina que fora, na verdade, alcançada pela comunidade de Jerusalém muito antes, na figura do excepcionalmente desgraçado endemoninhado liberto por Jesus.

Palavras-chave: Lucas 24; Atos 1,1-11; Marcos 5,1-20; comunidade de Jerusalém; comunidade paulina.

Abstract:
Exercise of unfolding of the critical impression of the rhetorical relationship between Luke 24 and Acts 1:1-11 and Mark 5:1-20. Luke 24 and Acts 1.1 to 11 constitute historical social program of disempowerment of the condition of eyewitnesses that the Jerusalem community had: the program would be defending the pauline ministry, autonomous in relation to Jerusalem. In turn, Mark 5:1-20 constitute a community of Jerusalem’s sarcastic response, suggesting that the city where Paul would have received the rudiments of his doctrine had actually reached by the Jerusalem community long before, in the figure of exceptionally unfortunate demonized delivered by Jesus.

Keywords: Luke 24; Acts of the Apostles 1,1-11; Mark 5,1-11; community of Jerusalem; pauline community.


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Invertendo o jogo: a crucificação de Jesus usada como arma para desqualificar a divindade do imperador segundo o evangelho de João. [Leia – pp.81-99]


Daniel Soares Veiga
Doutorando PPGH/UERJ
http://lattes.cnpq.br/6808655301090296


Resumo:
Este artigo faz parte do tema central da minha tese de doutorado, que ainda se encontra na sua fase inicial. Ele se propõe a fornecer uma explicação (dentro dos parâmetros da epistemologia histórica) de como os cristãos joaninos lidaram com o problema da crucificação de Jesus e a transformaram, de um evento humilhante e embaraçoso; para um acontecimento que, indo na contramão de todas as probabilidades, serviu para confirmar a natureza divina de Jesus.

Palavras-chave: Jesus, Enoque, crucificação, divinização, joanino.

Abstract:
This paper takes up to the main subject of my doctorate’s thesis, that it is in its initial stage yet. It offers an explanation (inside of historical episthemological parameters) of how the johannine christians deal with a problem of Jesus’ crucifixion and they have turned it, from humiliating and embarassing event, to an event that, going against all the odds, to be used for confirm the divine character of Jesus.

Key-words: Jesus, Enoch, crucifixion, divinization, johannine.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Debate Teórico-metodológico para uma História das Religiões e para uma História dos Cristianismos Antigo na Costa Norte-africana. [Leia – pp.100-137]


André Barroso
SEEDUC-RJ
http://lattes.cnpq.br/0466146822739635


Resumo:
Superar perspectivas essencializadas e confessionais deve ser o caminho trilhado pelas ciências sociais, em geral e pela história das religiões, em particular, principalmente quando nos deparamos na atualidade com concepções agudas no que diz respeito ao diálogo e ao respeito às diferenças de toda ordem, como se observa na modernidade. É cada vez mais comum, grupos religiosos lançarem mão de seus dogmas e textos sagrados para justificar posturas fundamentalistas, ou mesmo repudiar ações que quase sempre estão fora de suas comunidades religiosas, como se a sociedade laica, de direito tivesse que se submeter às diretrizes e normativas que são as de sua religião. Aquilo que observamos acima, de forma geral para as diversas manifestações religiosas, pode ser recortada para a realidade brasileira e apontando o cristianismo como sendo o lugar de onde se produz intolerâncias e fundamentalismos, embora devêssemos nos conter nas generalizações, mas em todas as experiências religiosas cristãs encontraremos resquícios e exemplos de atitudes intolerantes sejam elas institucionalizadas, sejam elas de membros ou grupos particulares.
Acreditamos que o que fundamenta tal atitude se encerre em uma perspectiva de que o cristianismo em sua origem fora uma experiência particular e original em sua constituição, por um lado, e por outro lado tal atitude se baseia em uma leitura literal e dogmatizada da bíblia, livro sagrado para os cristãos. Esta concepção acompanhou o desenvolvimento da igreja no processo de institucionalização (patrística) cuja marca fundamental fora a concepção de que todo o Antigo Testamento já falava de Jesus e preparava sua vinda, assim se situa o primeiro embate inter-religioso entre “cristãos” e “judeus”, como se fosse fácil estabelecer tal separação nos primeiros séculos de nossa era. Aqui, desenvolveremos um debate teórico-metodológico para compreender as sociabilidades que permearam a constituição de comunidades judeu-cristãs nos primeiros séculos de nossa era e qual o papel das interações culturais para se compreender porque a pluralidade deve ser a chave de leitura para se observar as experiências religiosas seja na Antiguidade, seja na modernidade.

Palavras-chave: História, Metodologia, Cristianismo e Cultura.

Abstract:
Overcoming essentialist positions and confessional perspectives should be the path taken by social sciences in general and the history of religions, in particular, especially when we are faced today with acute conceptions with regard to dialogue and respect for differences of all kinds, as observed in modernity. It is increasingly common , religious groups lay hold of its tenets and sacred texts to justify fundamentalist postures , or even repudiate actions that are almost always out of their religious communities , as if the secular society the law, had to undergo the guidelines and regulations that are of their religion. What we noted above, the general form for the various religious manifestations, can be cropped to the Brazilian reality and pointing Christianity as being the place where it produces intolerance and fundamentalism, though we should restrain ourselves in generalizations, but all religious experiences Christian remnants and find examples of intolerant attitudes they are institutionalized, they are members of groups or individuals.
We believe that the fundament this attitude be closed in a perspective that Christianity had its origin in a particular and unique experience in its constitution , on the one hand , and on the other hand such an attitude is based on a literal reading and fundamentalist of the Bible, sacred book for Christians. This design followed the development of the church in the institutionalization (patristic) whose hallmark off the idea that the entire Old Testament already spoke of Jesus and prepared his coming, thus we had the first struggle inter-religious between “Christians" and "Jews", as if it were easy to establish such separation in the first centuries of our era. Here we develop theoretical and methodological discussions to understand the sociability that permeated the establishment of Jewish - Christian communities in the first centuries of our era and the role of cultural interactions to understand why the plurality must be the key to reading to observe the religious experience is in antiquity, either in modernity.

Keywords: History, Methodology, Christianity and Culture.

 

 

UFRJ IH PPGHC ARCHAI Kliné Editora LHER Latindex REDIB