[RJHR Nº1] [RJHR Nº2] [RJHR Nº3] [RJHR Nº4] [RJHR Nº5] [RJHR Nº6] [RJHR Nº7][RJHR Nº8]
[RJHR Nº9][RJHR Nº10][RJHR Nº11][RJHR Nº12][RJHR Nº13][RJHR Nº14]][RJHR Nº15][RJHR Nº16]
[RJHR Nº17]
[RJHR Nº18]

Revista Jesus Histórico e sua Recepção - Ano IX [2016] - volume 17
pp.1-144

Editorial [Leia – pp.1-2]

DAVID, A. Rosalie. “Osiris the People´s God The First Intermediate Period and the Middle Kingdom”. In: DAVID, A. Rosalie.Religion and Magic in Ancient Egypt. Grã-Bretanha:Penguin Books Ltd, 2002. p. 187-237.
[Leia – pp.3-7]

Aline Afonso Silva da Rocha
 Universidade Estácio de Sá
Grupo de Estudos Kemet
http://lattes.cnpq.br/0063131082963200


Umbanda: Entre a Macumba e o Espiritismo

Umbanda: between the macumba and the spiritsm
[Leia – pp. 8-31]

José Henrique Motta de Oliveira
UniMSB
http://lattes.cnpq.br/8964971573370614

Resumo: Após a manifestação do Caboclo das Sete Encruzilhadas no médium Zélio de Moraes a fim de “anunciar” o início de uma nova religião (1908), verificam-se a inserção de elementos da classe média urbana na macumba carioca e a contribuição destes no processo de legitimação da umbanda como religião brasileira. Em plena vigência do Estado Novo, as estratégias para a legitimação de uma religião oriunda das classes subalternas acabaram por refletir a mesma ideologia daquele período de exceção política: a flexibilização dos anseios sociais somente seria viável se intermediada pelo Estado. Nesta perspectiva, os umbandistas fundaram a Federação Espírita de Umbanda (1939), cujo objetivo era servir de interlocutor entre os templos filiados, o Estado e a sociedade; e realizaram o 1º Congresso Brasileiro do Espiritismo de Umbanda (1941), a fim de unificar as práticas rituais a partir de uma doutrina pautada em dogmas cristãos e espíritas. Ao longo desse artigo, analisaremos a capacidade dos intelectuais umbandistas em mediar, simultaneamente, códigos sociais, políticos e religiosos, e transformar magia em religião; curandeiros em sacerdotes; assistencialismo em caridade; e, consequentemente, prestígio político em respeitabilidade religiosa.

Palavras-chaves: Umbanda, Religião Brasileira, Estado Novo.

Abstract: After the demonstration of Caboclo das Sete Encruzilhadas in medium Zélio de Moraes in order to "announce" the beginning of a new religion (1908), there are the inclusion of elements of the urban middle class in Rio´s macumba and the contribution of the process of umbanda legitimation as the Brazilian religion. Under the rule of the New Statee, the strategies for the legitimation of a religion coming from lower classes reflected the same ideologytion that period of political exception: the easing of social concerns would be to legitimate only througer the State. Therefore, the main actors of the umbanda movement founded the Spiritist Federation of Umbanda (1939), whose goal was to serve as interlocutor between the affiliated churches, the State and society, and made the 1 st Congress of Umbanda (1941), in order to unify practice rituals from a doctrine ruled in Christian dogma and spiritists. Throughout this article, review the capacity of umbanda intellectuals in mediating at the same time social, political and religious codes, and transform magic in religion; healers in priests; welfarism in charity, and, consequently, political prestige in religious respectability.

Keyword: Umbanda; Brazilian Religion; and History of Republican Brazil (New State).

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Era a comunidade joanina um grupo sectário?

Was the Johannine Community a sectarian group?
[Leia – pp.32-49]

                                                                                   Daniel Soares Veiga
                                                                                            PPGH – UERJ
                                                  http://lattes.cnpq.br/6808655301090296

Resumo: O propósito deste artigo é suscitar uma hipótese acerca da comunidade cristã que redigiu o evangelho de João, através de uma leitura semiótica do texto evangélico, tendo como eixo norteador a natureza do messianismo atribuído a Jesus; messianismo este pautado na crença de que a principal função do messias seria promover a justiça e, portanto, restaurar o equilíbrio das relações sociais. Em suma, o messias se encarregaria de efetuar uma retribuição social e econômica, atuando a favor dos oprimidos; enquanto pune severamente os ricos responsáveis pela sua exploração. Metodologicamente, eu optei por esboçar uma comparação com outra comunidade messiânica, contemporânea à comunidade joanina, que habitava próxima às margens do Mar Morto, numa localidade conhecida por Qumrã. Numa perspectiva teórica, eu me servi dos estudos da epistemologia da práxis, formulados por Pierre Bourdieu. Tal perspectiva teórica fornece uma possibilidade, dentre muitas, para nós entendermos como funcionava a praxiologia da igreja joanina frente ao conjunto da sociedade onde ela estava inserida e, simultaneamente, nos oferece um indício quanto à definição que ela fazia de si mesma.

Palavras-chave: messianismo – comunidade joanina – Jesus – Qumrã – divinização
        
Abstract: The purpose of this paper  is to raise a hypothesis about the christian community that has wrote John’s Gospel by means for semiotic reading of text gospel, using like a guiding principle the nature of messianism lays to Jesus. This messianism is ruled by conviction of that the main function from messiah would be to promote the justice and so to restore the balance of social relations. In short, the messiah would be in charge to carries a social and economic retribution out, to acting in favor of oppressed persons; while he punishes harshtly the responsible riches for their exploitation. Methodologically, I had choice for outline a comparison with another messianic community. It was contemporaneous with johannine community and it has lived near Dead Sea’s shores, on the locality known by Qumran. In a theoretical perspective, I has held in usufruct from researches about epistemology of praxes created by Pierre Bourdieu. This theoretical perspective offers a possibility, one a lot of them, for we understand how to worked the johannine church’s praxeology stands up to whole of society where it was embedded and, at the same time, it also offers a clue about definition that it has made of itself for us.  

Key-words: messianism – johannine community – Jesus – Qumran – divinization


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

United in the Image of God: Jesus’s Objective, in the Gospel of John, is to Restore Humanity to Reflecting the Nature of Elohim

Unido na imagem de Deus: O Objetivo de Jesus, no Evangelho de John, é Restabelecer a Humanidade a Refletir a Natureza de Elohim
[Leia – pp.50-68]

James David Audlin
M.Div., Andover Newton Theological School, 1978
Instructor in Religions of the World (Retired), State University of New York

Abstract: The Talmudic understanding of the creation of humanity in Genesis 1-2 is of a first human combining both sexes in the image of the androgynetic Elohim being separated into male and female. In his gospel John the Presbyter reflects this conception by portraying Jesus and Mary, at the former’s resurrection, as reuniting male and female and thus restoring humanity to the image and likeness of Elohim.

Keywords: Gospel of John – Jesus and Mary - Genesis

Resumo: O entendimento talmúdico da criação de humanidade em Gênese 1-2 é de uma primeira humana combinação de ambos os sexos na imagem do andrógino Elohim, que está separado em macho e feminino. No evangelho dele o João, o presbítero, reflete esta concepção retratando o Jesus e Maria, na ressurreição da anterior, como reunindo macho e feminino e assim a humanidade restauradora para a imagem e semelhança de Elohim.

Palavras-chave: Evangelho de João – Jesus e Maria – Genesis

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Kissimbiê: Águas do saber. A política de musealização como estratégia das comunidades-terreiro para o fortalecimento das suas memórias e das suas identidades.

Kissimbiê: Waters of knowledge. The politics of musealization as a strategy of the community-terreiro for the strengthening of their memories and their identities.
 [Leia – pp.69-78]

Elizabeth Castelano Gama
Mestre em História Social pelo PPGH-UFF
http://lattes.cnpq.br/7859608351256533

Resumo: O artigo propõe analisar a criação e dinâmica de exposição do memorial Kissimbiê: Águas do saber no terreiro Mokambo em Salvador/BA. O memorial está inserido no projeto de doutorado Lugares de memórias do povo-de-santo: patrimônio cultural entre museus e terreiros que estuda a prática de patrimonialização de objetos relacionados ao Candomblé através de museus dedicados ao tema. Entendo a criação desses memoriais a partir de uma dinâmica de busca por outro tipo de visibilidade na sociedade que tem parceria com projetos de política pública. Esses memoriais ampliam o debate sobre a patrimonialização do Candomblé para além dos processos de tombamentos de terreiros.

Palavras-chave: memória; identidade; patrimônio; museus; candomblé.

Abstract: The article aims to analyze the creation and dynamic exhibition of memorial Kissimbiê: Águas do saber in Mokambo yard in Salvador / BA. The memorial is inserted in the doctoral project Places of the people saint-memories: cultural heritage of museums and terraces that studies the practice of patrimonial objects related to Candomblé through museums devoted to the subject. I understand the creation of these memorials from a dynamic search for another kind of visibility in society that partners with public policy projects. These memorials broaden the debate on patrimonialization Candomblé beyond overturning processes yards.

Keywords: memory; identity; patrimony; museums; Candomblé.


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


O EROTISMO:
DO PRAZER FEMININO AO SOFRIMENTO MASCULINO PROVOCADO PELA CASTRAÇÃO

EROTICISM:
THE FEMALE PLEASURE MALE SUFFERING CAUSED BY CASTRATION

[Leia – pp.79-94]

Alexandre Valdemar da Rosa
Especialista em História, Ensino e Linguagens (UNESC)
http://lattes.cnpq.br/8141702155533193

Cledemilson dos Santos
Mestre em Educação (UNESC)
http://lattes.cnpq.br/0848153889218744

Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo principal analisar as diferentes faces do enigmático mundo do prazer e da sedução feminina, aqui descrita como erotismo. Realidade que no decorrer dos tempos seduziu homens; despertou desejos; arruinou impérios; provocou ciúmes, ocasionando intrigas e mortes. O estudo também mostrará que tais situações tiveram como testemunha ocular os eunucos, homens cuja identidade sempre esteve atrelada ao fato de ter sido extirpado de suas vidas, o símbolo máximo da plenitude viril, ou seja, a genitália.
 
Palavras-chave: Erotismo, concubinas, prazer, eunucos.

Abstract: This research is meant to examine the different faces of the enigmatic world of pleasure and female seduction, here described as eroticism. Fact that in the course of time seduced men, awakened desires, ruined empires, caused jealousy, intrigue and causing deaths. The study also showed that such situations had the eyewitness eunuchs, men whose identity has always been linked to having been extirpated of their lives, the ultimate symbol of the virile plenitude, or genitalia.
 
Key-words: Eroticism, concubines, pleasure, eunuchs.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCESSO DE DIVINIZAÇÃO DE JESUS DE NAZARÉ NO MUNDO ROMANO (312-381)

DIVINISATION PROCESS OF JESUS OF NAZARETH IN THE ROMAN WORLD (312-381)
 [Leia – pp.95-115]

Carlos Antonio dos Santos
http://lattes.cnpq.br/1465349879031839

Orientador: Prof. Ms. Denis Renan Correa
http://lattes.cnpq.br/3958268241529325

Resumo: Jesus de Nazaré foi um judeu de seu tempo, que conhecia a Lei judaica (Torah), de forma que a praticou e a ensinou até os seus últimos dias de vida. Mas, após sua morte, parte de seus seguidores passaram a enxerga-lo como o próprio Deus encarnado. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo discutir e analisar como se deu o processo de divinização de Jesus de Nazaré no mundo romano, e, ao mesmo tempo mostrar que nem todos os cristãos do período em estudo pensavam em um Jesus semelhante a Deus ou um Jesus como sendo o próprio Deus, já que ele era oriundo de uma sociedade monoteísta organizada, a qual possuía leis, regras e mandamentos altamente rígidos. Dessa forma, principalmente em meio à classe letrada do mundo romano, em especial, entre os sacerdotes cristãos, desencadeou uma longa e acirrada disputa teológica que envolveu até mesmo imperadores como Constantino I e Teodósio I.  

Palavras-chave: Monoteísmo. Judaísmo. Cristianismo. Divinização de Jesus. Império Romano. 

Abstract: Jesus of Nazareth was a Jew of his time, who knew the Jewish Law (Torah), so that practiced and taught until his last days of life. But after his death, some of his followers now see as the incarnate God. In this sense, this article aims to discuss and analyze how was the deification process of Jesus of Nazareth in the Roman world, and at the same time show that not all Christians of the period under study thought in a similar Jesus God or Jesus as God himself, since he was coming from an organized monotheistic society, which had laws, rules and highly rigid commandments. Thus, particularly among the literate class of the Roman world, especially among the Christian priests triggered a long and fierce theological dispute that involved even as emperors Constantine and Theodosius I.

Keywords: Monotheism. Judaism. Christianity. Deification of Jesus. Roman Empire. 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A IMAGEM DE MOISÉS NO MUNDO HELENÍSTICO

THE IMAGE OF MOSES IN THE HELLENISTIC WORLD
[Leia – pp.116-132]

Willibaldo Ruppenthal Neto
Mestrando – UFPR/NEMED
Bolsista CNPq
http://lattes.cnpq.br/8006355035725726


Resumo: Este artigo visa apresentar as transformações da imagem de Moisés no mundo helenístico, elencando uma série de fontes egípcias (Manetão, Lisímaco, Querémon e Apião) e greco-romanas (Hecateu de Abdera, Estrabão e Pompeu Trogo) sobre a história do Êxodo, enfatizando não somente as tradições literárias presentes nestes como ainda as caracterizações de Moisés, que ganha aspectos completamente opostos nos relatos, sendo apresentado em perspectiva negativa como um leproso charlatão e sacrílego por um lado, e por outro em perspectiva consideravelmente positiva, enquanto um legislador ao estilo grego.

Palavras-chave: Moisés. Êxodo. Mundo helenístico. Judaísmo do Segundo Templo.

Abstract: This article aims to show the Moses’ image transformations in the Hellenistic world, listing a series of Egyptian (Manetho, Lysimachus, Chaeremon and Apion) and Greco-Roman (Hecataeus of Abdera, Strabo and Pompeus Trogus) sources about the Exodus story, emphasizing not only the literary traditions present in these but also the characterizations of Moses, which had completely opposite ways in the accounts, being presented in a negative perspective as a charlatan and sacrilegious leper on the one hand, and in a considerably positive perspective as a legislator in the Greek style on another.

Keywords: Moses. Exodus. Hellenistic World. Second Temple Judaism.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dura Europos como Estudo de Caso para as Comunidades Paleocristãs.

Dura Europos as Study of Case for Paleochristians Communities.
[Leia – pp.133-144]

Juliana B. Cavalcanti
PPGHC-IH/UFRJ
LHER-IH/UFRJ
http://lattes.cnpq.br/6770181406770057

Resumo: Dura Europos foi escavada na década de 1930 pela Universidade de Yale e a Escola Francesa de Letras. Nesta cidade, situada na região da Síria, foram localizadas três casas-templos respectivamente: uma casa-siganoga, uma casa-igreja e uma casa mitrática. Em todos os casos o que se observou é que a estrutura interna da edificação passou por pequenas adaptações para abrigar as necessidades e demandas de cada culto.
Neste sentido, a partir da evidência material é possível propor paralelos sócio-arquitetônicos entre as três e perceber que os rituais de iniciação e manutenção das comunidades paleocristãs paulinas estão interagindo muito mais com o seu entorno religioso do que sendo uma ‘invenção’ das lideranças locais.

Palavras-Chave: Dura Europos – Cristianismos – Relações Batismais

Abstract: Dura Europos was excavated in the 1930s by Yale University and the French Language School. In this city, located in the region of Syria, it was located three houses temples respectively: a home Synagogue, a house Church and home Mithraism. In all cases what is observed is that the internal structure of the building has undergone minor adjustments to accommodate the needs and demands of each service.
In this sense, from the material is possible evidence propose socio-architectural parallels between the three and realize that the rituals of initiation and maintenance of the Pauline early Christian communities are interacting more with their religious surroundings than being an 'invention' of local leaders.

KeysWord: Dura Europos – Christianities – Relations Baptisms

 

 

UFRJ IH PPGHC ARCHAI Kliné Editora LHER Latindex REDIB