[RJHR Nº1] [RJHR Nº2] [RJHR Nº3] [RJHR Nº4] [RJHR Nº5] [RJHR Nº6][RJHR Nº7][RJHR Nº8]
[RJHR Nº9][RJHR Nº10]
[RJHR Nº11][RJHR Nº12][RJHR Nº13][RJHR Nº14][RJHR Nº15][RJHR Nº16]
[RJHR Nº17]
[RJHR Nº18]

Revista Jesus Histórico e sua Recepção - Ano IV [2011] - volume 6

ROCHA, Ivan E. Escavação de sinagoga em Magdala: Entrevista com Marcela Zapata Meza. [Leia]

 


Artigo Jornalístico: Um retrato de Judas: uma nova interpretação do Evangelho de Judas por Vitor Orlando Gagliardo [Leia]



UM REINO PLENAMENTE IGUALITÁRIO:
Economia no Cristianismo Primitivo a Partir de Mateus 20.1-16. [Leia]

Anderson de Oliveira Lima
http://lattes.cnpq.br/0893915454622475

Resumo:
Este artigo apresenta uma análise exegética de Mateus 20.1-16 que tem por finalidade oferecer novas perspectivas para a leitura do evangelho de Mateus. O foco da interpretação é o projeto econômico identificado como meio de sobrevivência do grupo judaico-cristão, e nesta leitura da parábola, apresentam-se duas novas hipóteses, uma em relação às fontes mateanas e seu trabalho redacional nesta passagem, e outra sobre a luta do autor por regular a igualdade para além do âmbito econômico.

Palavras-Chaves: Evangelho de Mateus; Cristianismo Primitivo; Econômia no Cristianismo Antigo; Novo Testamento; Exegese.

Abstract:
This article shows a exegetical analysis of Matthew 20.1-16, which aims is to offer new perspectives for a riding of Matthew’s Gospel. The focus of our interpretation is the economic project how a survival means for the matthean group, and in that reading of the parable, we presents two new hypotheses, the first, about the Matthew’s sources and you redactional work, and other about the struggle of the author to control the equality beyond the economic scope.

Key-Words: Gospel of Matthew; Primitive Christianity; Economy in Ancient Christianity; New Testament; Exegesis.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Perspectivas teóricas no estudo dos judaísmos do segundo templo. [Leia]

Edgard Leite
http://lattes.cnpq.br/4323981692424724

Resumo:
Este estudo é uma análise das recentes perspectivas teóricas relativas ao período do segundo templo.  nosso objetivo é entender alguns aspectos e implicações das proposições de Jacob Neusner, relativas à existência de “judaísmos” no período anterior a 70 E.C.

Palavras-chave:Judaísmos do segundo templo – Origens do cristianismo – História da Teologia – Crítica Bíblica -  Teoria da História

Abstract:
This study is an analysis of recent theoretical perspectives concerning the second temple period. Our goal is to understand some aspects and implications of the propositions by Jacob Neusner on the existence of Judaisms, in the period before 70 CE

Key-words: Second Temple Judaism - Origins of Christianity - History of Theology – Biblical Criticism – Theory of History

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DA CARIDADE ENTRE
OS CRISTÃOS, PAGÃOS E JUDEUS [Leia]

Gilvan Ventura da Silva
http://lattes.cnpq.br/0104906936908227

Resumo: 
Neste artigo, temos por finalidade refletir sobre o caráter inovador do exercício da caridade pelos cristãos em comparação aos judeus e aos pagãos.  Para tanto, partimos da hipótese segundo a qual o cristianismo foi responsável por introduzir, no contexto da cidade antiga, uma autêntica inovação no que diz respeito ao cuidado com os pobres e desvalidos.  Em primeiro lugar, pelo fato de conferir a esse cuidado uma dimensão universal, independente do fato de os assistidos gozarem ou não do estatuto de cidadania.  Em segundo lugar, por tornar a caridade um importante requisito para a correta observância de preceitos de natureza religiosa.  E em terceiro lugar, por investir em toda uma infraestrutura caritativa (asilos, hospedarias, hospitais, leprosários) que desempenhará um papel fundamental dentro do processo de cristianização do Império Romano. 

Palavras-chave: Caridade; Império Romano; Cristianismo; Paganismo; Judaísmo.

Abstract:
In this article, we intend to discuss the level of innovation represented by the conception of Christian charity in comparison with the Jew and Pagan standpoints.  Therefore we sustain that Christianity brought about an authentic turning point regarding the assistance of the poor within the ancient city.  Firstly, because the Christians conceived such assistance as a universal task, independent of the juridical or political condition of whom was assisted.  Secondly, because charity was converted first and above all into a matter of religion.  Finally, because the Christians invested a great deal of resources in the building of a wide charitable infrastructure (inns, hospitals, leprosaria) which will play quite an important role during the process of Christianization of the Roman Empire.

Key-words: Charity; Roman Empire; Christianity; Paganism; Judaism.


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A aplicação do conceito de resistência ideológica nas moedas judaicas da primeira revolta dos Judeus contra os romanos. [Leia]

Jorwan Gama da Costa Junior
http://lattes.cnpq.br/9641861980442839

Resumo:
Este Este artigo objetiva apresentar que o processo de dominação imperial romana na Judeia não sofreu apenas com as batalhas da primeira revolta dos judeus contra os romanos. Tão importante quanto as batalhas contra os estrangeiros, era reafirmação dos símbolos judeus. A este ato de reafirmação de elementos culturais judaicos, aplicamos o termo cunhado por Edward Said (1995, p.266) “resistência secundária ou ideológica”.

Palavras-chave: resistência; dominação imperial; revolta dos judeus; símbolos culturais; dominação imperial.

Abstract:
This article aims to present  that the Roman’s  process of imperial domination  in Judea didn´t suffer just with battles of  the  first jewish revolt against the romans. The  reassurance  of jewish cultural simbols was as important as the battles against the foreigners. To this action of  reassurance  of jewish cultural simbols, we aplly the concept created by Edward Said (1995, p.266)  entitled “ideological  or  secondary resistance”.

Keywords: resistance; imperial domination; jewish revolt; cultural symbols; imperial domination.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

“Quem vos ouve, ouve a mim”: tradições orais na transição do Jesus histórico ao cristianismo mais primitivo [Leia]

Lair Amaro dos Santos Faria
http://lattes.cnpq.br/8136626937111109


Resumo:
O baixo nível de letramento das sociedades mediterrâneas dos primeiros séculos, em geral, e das comunidades rurais, em particular, não era levado em consideração nos estudos históricos do judaísmo de Jesus e sua continuação, o cristianismo primitivo. O estudo antropológico comparado de culturas, antigas e modernas, em que a comunicação é marcadamente oral trouxe novas luzes para a compreensão da transmissão primitiva das tradições de e sobre Jesus.

Palavras-chaves: Cultura escrita – oralidade – tradições orais

Abstract:
The low level of literacy of the Mediterranean societies of the early centuries, in general, and rural communities, in particular, was not taken into account in historical studies of Jesus’ Judaism and its continuation, the early Christianity. The anthropological study of comparative cultures, ancient and modern, in which oral communication is strikingly brought new light on our understanding of early transmission of traditions about Jesus.

Keywords: Literacy – orality – oral tradition

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

“Este é o rei dos judeus”
– o título “filho do homem” na camada histórico-traditiva pré-pascoal como referência à tradição veterotestamentária do rei [Leia]

Osvaldo Luiz Ribeiro
http://lattes.cnpq.br/1596908442976138

Resumo:
O artigo defende a hipótese de que a fórmula “filho do homem” constituía (a) um título (b) que Jesus aplicava a si mesmo, (c) baseado na tradição do Antigo Testamento do “rei” como “filho do homem” e (d) que, por isso, assumia-se publicamente como de algum modo relacionado a algum tipo de “‘rei’ carismático”, próprio dos movimentos messiânicos populares, (e) tendo por isso sido preso, disso, acusado e por isso, morto, uma vez que atribuir a si o papel de “rei dos judeus” constituía atividade política revolucionária não tolerada pelo poder romano e passível de morte.

Palavras-chave: Jesus, Filho do Homem, rei, movimentos messiânicos populares, revolução

Abstract:
The paper defends the hypothesis that the formula “son of man” (a) was used as a title (b) that Jesus applied himself, (c) based on the Old Testament tradition of the king as “son of man” and (d) that, therefore, it was assumed in public as somehow any way related to some kind of “‘king’ charismatic”, typical of popular messianic movements, (e) having been arrested, accused and dead for this, since it assigns itself the role of “king of the Jews” was revolutionary political activity not tolerated by Rome and punishable by death.

Key-words: Jesus, Son of Man, king, popular messianic movements. revolution

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Lugar do Converso e da Conversão no Imaginário Soteriológico da Alta Idade Média:
Reapropriações do Universalismo Niceno na Península Ibérica. [Leia]

Renata Rozental Sancovsky
http://lattes.cnpq.br/8896220723032569


Resumo:
A História Social dos conversos na Espanha foi exaustivamente estudada pelos principais historiadores hispanistas em função do estabelecimento do Tribunal do Santo Ofício da Inquisição. Entretanto, grande parte dos historiadores pouco se refere à existência de “cristãos-novos”, ou “judeus batizados” (iudaei baptizati) em épocas anteriores aos primeiros séculos da modernidade. Se a construção do converso, - enquanto ser socialmente efêmero, paradoxal, indefinido e deslocado -, é um fenômeno sabidamente medieval, são porém escassas e lacunares as análises sobre as implicâncias sociais e identitárias das conversões forçadas de judeus ao Cristianismo Niceno e da  “cultura do segredo” no Reino Visigodo do século VII d.C. Entre judaizantes, marranos, e cristãos fiéis, a invenção dos iudaei baptizati findam por reiterar e tornar ainda mais complexo o mosaico de heterogeneidades sociais que marcou o mundo ibérico desde tempos romanos.

Palavras-Chave: Hispania Visigoda; Conversos; Teologia Política; Antissemitismo; Marranismo 

Abstract:
The Social History of Spanish converts was extensively studied by the most important Hispanist historians due to the establishment of the Holy Inquisition Tribunals. As proposed by Anita Novinsky, it is only fair to believe that the 1391-Spanish massacres and the forced conversion of Jews to Catholicism in Portugal (1497) were responsible for creating a true culture of secrecy among the victims of persecution, who, after being forced to be baptized, became known to the government and the population as "new Christians". Whereas the construction of the convert, - as a socially, ephemeral, paradoxical, undefined, and outcast being -, is a widely known medieval phenomenon, there are few and full of gaps analyses about the implications of Jewish conversions in the VIIth century A.D. Visigothic Kingdom; where the Marran problem effectively appeared in the Mediterranean History.

Key-Words: Visigoth Realm, Converts, Political Theology, Anti-Semitism, Marranism

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A composição social dos cristãos em 1 Coríntios. [Leia]

Por  Cintya Santos
http://lattes.cnpq.br/2228204489062995

Resumo:
Corinto foi um importante centro das atividades missionárias de Paulo nas primeiras décadas que se sucederam à morte de Jesus. O presente trabalho visa apontar os aspectos mais relevantes dessa região, em especial à sua composição social e, conseqüentemente, à da comunidade cristã presente ali. A partir de 1Cor, torna-se facilmente perceptível que Corinto possuía uma comunidade cristã turbulenta e que, desde a sua fundação, havia, naquela ekklesia, certa propensão à competitividade.

Palavras-chave: Paulo; cristianismo primitivo; Corinto.

Abstract:
Corinth was an important center of the pauline missionary activities in the first decades following Jesus` death. The present work aims to point out the most relevant aspects of this place, especially when it comes to its social composition and, as a consequence, to that of the christian comunity settled there. Starting from 1Cor, it becomes easily deductible that Corinth had a troubled  christian comunity and that, since its foundation, there was, in the ekklesia, certain tendency to competition.

Keywords: Paul; primitive christianity; Corinth.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

El arte de dar un nombre al desconocido
Las representaciones sociales como clave hermenéutica. [Leia]

Por Luigi Schiavo

 

 

UFRJ IH PPGHC ARCHAI Kliné Editora LHER Latindex REDIB